Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

Sabor doce de esperança

É verdade, eu não minto! Não tenho vivido os melhores dias da minha vida, tenho um amor que esta partindo, pessoas que antes se mostravam amigos se quer aguentaram as primeiras tristezas, deixaram de lado seu pedido de ajuda pra dançar em outras festas. Mas há em meio esse todo algumas coisas que me enriquecem... tanto me acostumei a enfrentar a perda que não tenho mais medo de perder e foi na ausência desse medo que encontrei por onde seguir de maneira mais segura. De maneira a encontrar em meio tanta decepção tantos outros motivos para sorrir, novos amigos, retomar costumes esquecidos e trazer de volta velhos amigos. Eu não estou feliz, mas sinto como que na ponta dos dedos a felicidade. Ela esta perto, eu sei, eu sinto. Posso afirmar em relatos recentes que sorria verdadeiramente.


Meu cometa cruzou o céu e vai agora brilhar em outros ares. E pra cada noite nova que eu olhar as estrelas vou ter certeza de que eu fui feliz e sendo assim ainda há motivos pra sonhar.


Os ventos sopraram …

Passageiros

Todos aqueles que com em sem bagagens fizeram passagem pela estrada dessa vida...
Passaram e passaram mais.

E sempre que alguém passa e permanece por um tempo torna-se inesquecível, pois ficam lembranças imensuráveis de coisas boas como das ruins. Um passageiro deveria dobrar o cuidado ao passar... medir atitudes e palavras, entender que quem fica, fica pra sempre. Um passageiro deixa marcas eternas.

Cansei desse percurso, busco agora lugar para fazer morada. Chega de correr sem rumo, admirando a paisagem superficial, quero ir a além desses caminhos. Estacionar-me em local seguro, erguer paredes solidas em terreno amigo, levantar andares de felicidade, poder adormecer e despertar com o melhor dos horizontes. Ter, finalmente, encontrado o meu lugar e deixar que todo resto passe. Sorrir as despedidas necessárias e abrigar somente residentes... Passageiros, não!

Por isso estou indo ali, visitar alguém em sonhos..

Saudade que tem gosto

As vezes penso enlouquecer, nas outras penso em esquecer...

"saudade que tem gosto..."
"Gosto que não sei decifrar
mas que desce goela abaixo junto com aquele nó na garganta.
Amarga o coração e mareja os olhos
Saudade tem gosto de frio, de solidão, de rejeição...
Gosto de chuva de nuvem negra. "