Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Paixões vencidas

"faz de conta fabricado"

Por dias e noites almejei um "certo alguém" sonhando ser ele tudo aquilo que um dia acreditei ser o certo, o justo, o aceitável, o necessário... De tanto buscar e acreditar, o impossível se fez possível e encontrei o "tal" do príncipe encantado, alguém quase perfeito, cheio de vida e sonhos, fiel, companheiro, carinhoso, amigo, bonito, sensível... Entreguei-me sem pensar, estava ali tudo aquilo que senti falta em um outro amor.

Me importei, me dediquei, me reinventei afim de ser alguém pra que pudesse se orgulhar, corri por outros mundos, sonhei outros sonhos recebi carinhos e suporte, colos e novas histórias...

Ganhei um lindo "cavalo branco" e tive os mais belos horizontes para observar durante os fins de tardes ensolaradas, diminui o meu ritmo, encontrei a paz de espírito e pensei então que escreveria "e viveram felizes para sempre".

Mas paixões se vencem e contos fabricados não duram para sempre. Não existem fa…

Cada vez mais

"Sem olhar para trás eu vou viver cada vez, errar me fez cada vez mais querer chegar além..."

Semanas corridas e a vida pedindo respostas cada vez mais rápidas, cobranças de um futuro bom e longas tardes de inverno a minha espera. Novos e doces olhos, esperança e finalmente e o despertar para o recomeço, dada a oportunidade de mais uma vez poder viver e se entregar ao desconhecido. Esquecidas velhas histórias e presente um novo "conto", Clarisse finalmente descansa em paz, não mais as lágrimas de tua partida.

Calor que aquece a alma nos dias gelados, troca de olhares inocentes que já não esperam nada além de nada, medo e curiosidade, espiar pelo buraco da fechadura, comer algodão doce, aprender novos "dialetos", e aos poucos sentir que se encontrou uma nova direção. Mudanças lentas e resultados inesperáveis, o desconhecido tornando-se nítido e a felicidade retomando passo a passo o caminho de volta para casa.

Banho quente em dia frio, banho frio em dia quent…

Piajama de tirar ou pijama de dormir...

Escolha o seu e bóra pra esbórnia

Não sou mais o mesmo...

"e nem quero ser"

Ao som de Deluxe Trio

Cheguei cedo hj em casa... e amanhã eu saio e não chego "nunca mais".

Fazia tanto tempo que não ouvia Deluxe, mais uma das bandas que disseram "adeus" pra cena e ninguém nunca mais vai poder ver um show ao vivo... Deluxe me lembra Falante, não por estilo, mas pela época que ganhei o cd e o quanto eu ouvia a música Meu mundo, faixa 3 do cd Mais pimenta, menos sal. É do titulo desse cd que vem a "inspiração"do meu about"um pouco disso, um tanto daquilo tudo com muita, mais muita pimenta..." Dá ate saudade...

Tenho passado horas do meu dia ouvindo musicas, boas e ruins, e fico "viajando" me lembrando ou imaginando algumas cenas... Talvez por isso tenho ficado um tanto quanto nostálgica e cheia de esperança nos últimos dias, e por mais incrível que pareça tenho atraído para perto de mim tudo aquilo que gostaria de ter, consegui dar a tão sonhada paz para o meu coraçãozinho que há tempos estava …

Perdi meu ar, mas não encontrei...

"Eu não quis mudar, pra você não ver que eu fraquejei"

E das cinzas eu renascerei...

O problema todo esta nas cinzas que o vento leva até que eu renasça, um pouco de mim sempre se perde pelo horizonte cada vez que me desfaço e me refaço. Eu quero apenas poder ser eu... Mas que sou eu?

Crise existencial modeon!

Em minha mente um "oceano de palavras", lembranças e decisões pra se tomar... O certo, o incerto, o justo e a perdição dos meus dias.

Por que não posso acordar cedo, trabalhar o dia todo, chegar em casa, estar cansada e simplesmente conseguir dormir... por que essa insonia constante?

Eu não sei mais o que quero ser, se largo um sonho por uma vida ou troco uma vida por um sonho...

Não sei mais sonhar com o impossível
Esperanças perdidas nas eternas noites
Sentimentos levados pelo acaso
Fábula encerrada sem final feliz

Não mais amor no coração cinza
Não mais vida em veias secas
Não mais sorrisos na face fria
Não mais você nos meus dias

Sinto falta de "ser" Clarisse
M…

Descanse em paz

Sensações incompreendidas
ausência em mim de você
antes fora tão necessário
hoje o descaso se faz presente

Em minhas mãos a tua fúria
em meu olhar o nosso adeus
mais uma vez decepção
maus presságios em teu redor

Tua voz que clama falsas chagas
não atingem mais meu coração partido
reconstruído a cada dia
sigo apenas meu destino

O mesmo que acreditei ser para sempre
não desapareceu em mim
mas já não me causa emoção alguma
morto e enterrado

Só não há o porquê da insistencia
me levar todo tempo para teu mundo
em palavras de ferro e fogo
tão mais simples aceitar o fim

Cuspiria em tua cova depois de chorar tua morte...

Madrugada Fria

São mais algumas palavras me incomodando os pensamentos essa noite que promete não ser a mais bela das noites, mesmo tendo todo um clima propício para ser.

Eu sou tão cheia de duvidas em relação as minhas atitudes e as coisas que penso que quando alguém vem e aponta isso fico mais confusa ainda em não conseguir saber exatamente o que eu quero para meus dias e minha vida. É difícil saber de verdade quem queremos e como queremos ser, as vezes me acho direta demais, expontanea demais, falante demais, dura demais, e sinto falta de mostrar minha fragilidade e sensibilidade com relação aos fatos da vida, mas não sei como nem porque eu não consigo ser a menina doce com palavras de ternura e olhar de piedade.

Acho que vesti uma armadura permanente que me fez ser assim, muitas vezes rude, mas com o coração saltando pela boca, abrigando cada um que se aproxima dele e me sentindo sufocada o tempo todo por não saber ser simplesmente um alguém "comum" cheia de frases e teorias prontas...

M…

"Silêncio em mim"

Ouvindo Violeta de Outono...

"Silêncio em mim
Espelhos planos
Saídas falsas, vôo, solidão
Só esperando
Vagando em seu olhar
Tudo é deserto, estranho lugar"

Faz tempo que não atualizo o blog, faz tempo que não atualizo nada de virtual...

Fui curtir um show do Violeta na última quarta com direito a companhia agradável, cervejinhas, e muitos mimos :) A noite rendeu boas histórias pra contar, mas que ficarão pra sempre escondidinhas guardadas em mim.

Muito frio e a vida seguindo um rumo delicioso. Sabe, acredito que finalmente segui os conselhos certos e decididamente consegui enterrar algumas coisas do passado, não ignorei as lembranças e as tenho guardadas com muito carinho em algum lugar ainda dentro de mim, talvez em um "cemitério de desilusões"...

Porque afinal, a vida, a vida insiste em existir :)

E estamos aqui, dispostos e fervorosos a fazer de um tudo para que esse recomeço seja construído em sólidos alicerces. São promessas de novos dias e uma impactuante sensação …

Pensamentos meus, palavras de outros

Como eu queria ter escrito isso... é brega, mas é foda demais!

Outra Vez - Roberto Carlos

Você foi o maior dos meus casos
De todos os abraços o que eu nunca esqueci
Você foi dos amores que eu tive
O mais complicado e o mais simples pra mim.
Você foi o melhor dos meus erros
A mais estranha história que alguém já escreveu
E é por essas e outras que a minha saudade
Faz lembrar de tudo outra vez.
Você foi a mentira sincera
Brincadeira mais séria que me aconteceu
Você foi o caso mais antigo
O amor mais amigo que me apareceu
Das lembranças que eu trago na vida
Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim sinto você bem perto de mim outra vez.
Esqueci de tentar te esquecer
Resolvi te querer por querer
Decidi te lembrar quantas vezes eu tenha vontade
Sem nada perder.
Você foi toda a felicidade
Você foi a maldade que só me fez bem
Você foi o melhor dos meus planos
E o pior dos enganos que eu pude fazer
Das lembranças que eu trago na vida
Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim sinto voc…