Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

Preservativos e verdade. Bom dia, hora de acordar... aqule sonho, aquele sonho acabou, não há mais porque sonhar.

Eu sonhei que nunca mais iria acabar, eu desejei por tanto tempo não voltar... e agora chegou a hora, sim, mais uma vez o Adeus anunciado, com indiferença e humilhação.

Sem amigos, sem perdão..

Queria apenas o minino de respeito, de carinho e essa tal "compreensão" sempre fingida, falsificada... por uma transa, por emoção. Difícil não sentir-se usada, difícil não transferir a culpa, impossível fechar os olhos para si mesmo.

E ainda diz estar "poupando" mais sofrimento, e me faz pensar que apenas prepara cada vez mais o terreno pra quando tiveres que acabar com tudo, tenha-o deixado frágil o suficiente para que ali nada mais cresça...

Morte anunciada, guerra vencida... já levaste meus soldados, minhas armas e proteções. Deixa ao menos as pernas pra que encontre onde me apoiar e finalmente, se conseguir, novamente me levantar.

"e eu que te quis a tanto tempo... hoje te tenho (ou nunca tive) e te vejo partir, não mais com o semblante sofrido, tão pouco fingindo estar …

tanto faz como se chama, é sempre pra você que escrevo...

Eu sou assim, não mudo nunca
penso e faço, sempre contradizendo ambos
e sigo aqui ou ali
surda-muda, viva-morta

são dizeres de "adeus-até amanhã"
enchem de esperança um coração em migalhas
são misérias de palavras
sustentam a inanição de outros dizeres

e por tão pouco eu me arrasto
me levanto e quase morro
suspiro, e já em outra aurora
sonho sonhos de quem não dorme

Objetividade, eu só queria ser feliz
mas essa é a utopia das mais utópicas
e agora não mais nada que mude
eu sou assim... não mudo nunca

Uma coisa aqui e outra ali

E assim segue mais um dia, uma noite, uma hora ou um minuto...
E eu poderia dizer a cada minuto do teu lado o quanto eu te amo e quanto é importante quando estamos juntos, eu também poderia dizer que quando você menos esperar toda essa farsa vai acabar e por um ultimo beijo você vai chorar.
Não digo isso, nem aquilo, faço mudas minhas confissões, entrego, confio e agradeço. 
E logo mais raia o sol, estraga a magia da noite, e nos escondemos em quatro paredes, fugindo do mundo real, do mundo que "funciona" enquanto queremos apenas um banho morno, um cigarro, um enlaço...
Difícil saber e contradizer em atitudes tudo o que está por chegar, o ultimo beijo a dar, e tantas coisas pra falar.
Segue a "dança dos dias", segue o "set" da libertação... Tão perto e longe... Tão amargo o gosto do amanhã que logo chega, são pequenos filetes que se desprendem em um coração que nunca aprende.
E mais uma vez, é no colo proibido que me atiro...
Se algum dia for pra sempre, que sej…

Montando um Set

Pensando em mim e em melodias...
To até comfrio na barriga, pra quem não sabe dia 8/11 faço minha estreia como DJ, no Vitrola Rock Bar, e aí que estou aqui, ouvindo musicas e escolhendo o que tocar. Pensei em tocar o que eu gosto, mas na verdade estou montando o "set dos meus dias"
O mês de novembro é um mês que marca muita coisa na minha vida, e esse ano tenho alguns motivos especiais... São lembranças de um amor, de longas tardes com cerveja, e um olhar que me dizia tudo.
Talvez mais um ciclo da minha vida que se fecha pra finalmente após dois longos anos começar um novo, tocarei tudo aquilo que me traz boas lembranças, tocarei tudo aquilo que me fazem ver filmes na cabeça. Um alguém dançando sozinho, uma pista cheia, algumas lágrimas, suspiros em uma mesa, absolutamente tudo o que me traz boas lembranças, pra cada musica uma boa história pra contar.
Nada melhor que acabar algo da melhor maneira possível, lembrar apenas de bons momentos, e seguir a "dança dos dias" c…

Lendo pensamentos

Talvez teu sorriso
ou simplesmente teu olhar
mas hoje ainda há tempo de sonhar
e nesses longos dias eu pude notar...

Que tua fuga não é atoa
e logo mais um adeus longo vira a tona
e nossas noites...
nunca mais na mesma cama

Somente isso ou aquilo
nada além do que foi previsto
são sonhos se realizando
e a felicidade te rodeando

Vai...
e mesmo que muitas lágrimas escorram
que me ache perdida
eu encontrei uma razão pra te sonhar

E seja sonho impossível
pois assim lutarei sem desistir
dia após dia até morrer
tentando sempre ser

alguém pra que você possa se orgulhar

Eu sou frio

Obrigada por dizer essas palavras, pena eu demorar tempo demais em aceita-las.


Tradução - I'm Cold - The cure

Você está me implorando para ficar
Mas eu estou rindo na sua cara
Você está tão desesperada
Não quer deixar aqueles dias valiosos
Serem todos desperdiçados
mas era você que queria amor
Não romanceVocê tem que pagar o preço
Meu corpo pode ser feito de fogo
Mas minha alma é feita de gelo

Eu sou eu
Eu sou frio
Eu sou frio
Eu estou dizendo
Eu amaria te amar, garota
Mas meu corpo
acabou de ser vendido

E posso dizer: - Não foi apenas mais um dia...

É ainda com grande gana de perder a linha do raciocíonio que peço colo para meu teclado, que tanto me ouve, me compreende e não me julga...
Tentei ser alguém pra que pudessem  se orgulhar, eu tentei, mas eu nunca fui, nem serei.
Eu sempre acreditei em "coisas que nunca existiram", e quando se é uma farsa vivendo fantasias a mascara cai e descobrimos que não, nunca fomos nada.
Foi apenas utopia, por acreditar poder ser alguém, por imaginar conseguir estar em algum lugar, e a verdade nua e crua mostra o quanto não se vale nada.
São ambos lados revoltados, cravam espinhos e jogam lanças... um breve suicídio anunciado.

E eu só queria poder voltar para uma casa, ter equilíbrio e esquecer esse passado, mas não há sexo, vida ou pecado, são apenas sonhos inusitáveis.
Terminam em pesadelos que são a realidade.
A morte da alma pelo nascimento da tragédia, o inicio de um fim por não ter mais boas histórias. São crimes por amor, jamais compreendidos, jamais absolvidos, o tempo todo, sendo bom …

Meus valores

Valores... palavra bonita né?
Quanto você vale,  quanto aquilo vale....
Valores individuais, sim, assim que deve ser, cada um com seu valor.
Muitas vezes você pode dar valor a sua coleção de palito de dente, enquanto alguém do outro lado do mundo valoriza uma coleção de livros raros, e certamente você nem teria cuidado algum para abrir um desses livros assim como o outro não evitaria em palitar os dentes com um palito.
E nenhum esta errado, o valor que damos as coisas são individuais... Cabe a nós determinarmos o que vamos dar mais ou menos valor nessa vida. Alguns optam por dinheiro, outros por pessoas, animais, e até, palitos de dente.
Difícil é explicar de onde vem essa valorização.
Meus conceitos sobre isso não existem, u se existem, são tão obscuros que nem eu mesma consigo achar, rs.
Mas respeito o valor que colocam em objetos ou pessoas, sendo eles valorizados ou não por mim.
Me perguntaram porquê eu gostava, eu respondi:
O que eu acredito, o que valorizo, não é nem nunca vai ser o que …

Um ano... tudo diferente

Exatamente um ano... com o mesmo sol, no mesmo bairro...

1ª cabine para jornalistas, um pedido de perdão, e todo amor do mundo.

Um ano e tudo muda, não tem cabine, não tem perdão, não tem amor.

Estranho, é igual e diferente, são as mesmas pessoas, os mesmos lugares... a mesma cama

Mudaram cenários e emoções, se fui embora com teu gosto na boca, hoje vou sem gosto algum. Apenas um adeus, naquela "esquina que nos separa", onde sempre encontrei o não.

E hoje tem que ser entorpecida pra calar a voz que diz te amo, fechar os olhos da malícia, ignorar o cheiro do sexo.

Nada além de outro desabafo, desses que preferimos não dar muita atenção pra não dizer que somos fracos...

Na verdade foi apenas para relembrar de bons momentos do ano passado, do beijo roubado, o abraço apertado e o coração reconquistado...

Pena hoje ter sido assim, sem sorrisos e tua vontade... e tudo isso virou passado.

Apenas algumas palavras

com a ponta dos dedos tuas boas lembranças na carne umida vez ou outra invadida  cicatrizes de teu desaparecimento pela boca cheia de teus "quase-filhos" o silencio que fere a alma
O corpo em espasmos um lágrima qualquer  momentos sublimes tristeza e solidão busca o colo, revive a dor
devora a alma domina o corpo envenena o espírito estorque sonhos é apenas o teu gozo
escorre nos seios vira agua e corre pelos ralo junto ao sangue de meus pulsos junto aos suspiros da já saudade junto a vida que foi verdade
23/09/08