Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Felicidade evoluida

Em Junho do ano passado postei o que era felicidade para mim aqui baseada em um final de semana delicioso que tive... o tempo passou e mantive muitos dos meus dias dessa forma, "Com os amigos bem juntinho, os novos, os antigos e os perdidos". Naquele momento e por todos os outros que se passaram eu passei a crer que havia finalmente encontrado a minha felicidade e por muita SORTE eu descobri que estava ERRADA. Errada porque quando juntamos as coisas mais preciosas em nossa vida e fazemos disso um circulo vicioso de nossos dias ela se expande, ela se muita, ela evolui. Desde então tenho buscado mais adubo para esses momentos, abri minha mente para novos assuntos, quebrei mais conceitos e de repente percebi que mudei, que esqueci... Parece que com tantas coisas novas, velhas, importantes, alegres e sábias o espaço das lembranças que doíam pouco a pouco foi sendo preenchido. Não sou completamente feliz, mas o tudo isso o que conquistei nesses últimos anos foram vitais para eu p…

6 chaves

Pra que fique guardado em minhas memorias...

ainda não encontrei, mas o mais proximo do que desejei eu realizei
Mais um fim de noite que poderia talvez não ter um fim
depende de mim, depende de você
Mas deixei teu gosto, teu cheiro e teu corpo no ralo de meu banheiro

Ficam em mim as lembranças. 6 chaves me restam
talvez agora a liberdade finalmente
Devaneios curtos, sonhos qqse completos
uma segunda chance para que você prove

nada vai mudar o que existe em nós, em você e ainda em mim
Não se pode recomeçar sem antes finalizar
acho que começo a me reencontrar
Um forte desabafo e um colo que sonhei

Teu cheiro, teu gosto e teu corpo... por onde vai agora?
As vezes músicas falam por nós, as vezes poesias, outras vezes um livro inteiro. Mas as vezes todas essas formas de se entender, de encontrar as palavras certas ficam mudas.

Eu não exatamente o que te diria agora, mas pra simplificar minha confusão eu só consigo afirmar que queria ter você aqui, sentado ao meu lado nessa cama sem grandes histórias acompanhando a criação de mais uma confissão.

Eu pausaria a digitação e olharia teus olhos ainda tão cheios de mistérios, encostaria a cabeça no teu ombro e ia suspirar, não sei se por amor, por realização, por impulso e retornaria a olhar a tela com um sorriso de pacifico. Você me retribuiria com teu sorriso e me beijaria o rosto... Mas você não esta aqui e eu não sei como te chamar por não saber o motivo real de te querer hoje.

É como se antes de me dar um explicação racional por essa minha vontade de você eu perdesse a voz e os movimentos. O simples "oi, senti saudades, vem ficar comigo" me soa a frase mais complexa e impossível de…

Mais uma vez

Cenário feito
Roupas espalhadas pelo chão
Cama desarrumada
Copos vazios em qualquer canto
Cinzeiro com bitucas...

A trilha sonora está sendo escolhida
Ela me lembra o passado
Desperta fantasmas adormecidos!
Eu corro, fujo, mas estou sempre rodeada do que me lembra você
Você, minha eterna companhia. Você! Minha eterna solidão

Mais um cigarro é apagado
Mais um sonho esta perdido
Mais uma vez as lágrimas não caem
Mais um choro mudo, sem sentido
Mais uma resposta errada

Eu posso fechar os olhos e me transportar
Mas não consigo mante-los fechados
Talvez eu realmente não queira mais
Mas existe algo que não me deixa apagar
Lembranças e tortura, afasta-te de mim

Tudo igual mesmo com tudo diferente
Teu sorriso que exala um hálito putrificado
Me perturba os sentidos
Quero os olhos inocentes mais uma vez
Mais uma única vez

Queria gritar por outro nome
Queria "estrelas" nas minhas noites de sextas
Queria lembranças do que não aconteceu
Queria a realidade farsante dos dias úteis
Queria querer de corpo e alma quem …

Muita coisa em pouco tempo

Lidar com o tempo é como querer articular o impossível... Tive um surto de conflitos, não sabia quem, como, onde e porquê tudo aconteceu e, na verdade, ainda não sei, mas parei para ver o calendário hoje e me dei conta de que isso foi apenas o anuncio da erupção de um vulcão que vai demorar muito ainda para jorrar lavas e incendiar meu corpo.

O tempo foi curto, nada ainda criou raízes e tudo isso que certamente contribuiu para minhas noites em claro foi apenas o começo e, eu, assustada e ansiosa para entender tudo o que brotava em minha mente comecei a quase acreditar de que as chagas do "nunca mais" iam fixar em meu nobre coração... Ah, tempo pregador de peças, tão sábio, tão presente e eu ainda me deixando levar pelos "aceleros" que meu inconsciente pede. Ah! Tempo... Tempo que que cura, que ensina, mas que parece nunca passar como desejamos. Estive tão acostumada a desejar que o tempo passasse rápido para que não sentisse e fazer com que ele realmente assim pass…