Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Mais vida

Meus dias tem se tornado tão comuns, tão iguais e, pra quem me conhece, sabe o quanto isso me surta... E não estou falando de acordar na mesma hora, pegar o mesmo ônibus, metrô e chegar no mesmo emprego, nem dos mesmos assuntos com os amigos ou as mesmas funções executadas dia após dia. Falo sobre a emoção do amanhecer, do sentir-se viva. 
De querer explodir em riso ou se jogar na cama pra chorar. Minha vida tornou-se morna, tão morna que até o "gostar" se estabilizou. 
"6h30 da manhã, estou pronta pra sair de casa ou já reclamando pelo calor absurdo ou pela chuva que mais parece um diluvio digno de arca de Noé. Saio de casa, conecto o fone no celular, escolho a rádio ou a lista de mp3 - quando escolha a lista sempre rolo ela e fecho os olhos ao tocar na tela escolhendo uma música, assim não escute sempre a mesma música logo de cara todo dia. O ônibus passa, e claro, eu não o pego, caminho mais alguns minutos para chegar em outro ponto, nesse caminho passo por uma turm…