Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

A melhor coisa do mundo

"E estar em crise emocional e poder contar com os melhores amigos que a vida pode te dar, é ouvir os conselhos que nem sempre seguimos, mas ter cada dia mais a certeza de que se cair mil mãos estarão estendidas para te levantar."

Eu precisava encontrar meu eu, em meio a um porre, em meio ao silencio, em meio aos amigos... Mas sem dúvida alguma eu precisava saber exatamente quem, quando e porque eu era/estava. Me descobri, foi como me virar do avesso mostrando total fragilidade deixei meu corpo ali, me observei e descobri que meu maior problema era simplesmente o fato de ter-me permitido viver, viver sem pensar no que pode ou não acontecer ou mesmo quando pensava ignorava qualquer alerta. E eu estou vivendo.

Fingindo não saber dos riscos eu me entrego a paixões, me fidelizo a elas e sonho mundos paralelos. E esse coração que tanto me prega peças parece que vai saltar pela boca toda vez que borboletas aparecem no estômago. Finalmente eu descobri que ainda posso ser feliz, que to…

Vazio

Tão triste agora, que as esperanças adormeceram
essa brisa fria congela pensamentos
devasta os sentimentos e o conflito se instala
deve ser tarde ou talvez cedo pra entrar em desespero
Necessidade continua em ter por perto
Voz, toque, calor, aroma e sabor

E a vida sorri nesses momentos
cala-se o pranto e o sofrimento
mas tudo desaparece em poucas horas
grita alto "vá embora!"
Rimas pobres, devaneios,
pra completar... anseios

O que eu posso dizer

Ou "O que não estou preparada para ouvir"

Esses novos dias tão corridos, cheios de alegrias e esperanças cravam no meu peito uma faca de incertezas e medos. Medo de sonhar demais, medo de mais uma vez me decepcionar, com amigos, com caminhos que tenho escolhido.

Hoje é mais um dia cheio de dúvidas e borboletas no estômago e tudo o que precisava agora era sentir isso. Passei um longo tempo desejando obter na carne novas marcas que contam histórias, novos rostos para lembrar e um abraço quente no fim da tarde me dizendo que tudo vai ficar bem. Agora que esta tudo aqui, os sentimentos, as lembranças, o cérebro dá choques ao processar o todo... Mais uma vez, estou confusa.

To sentido na pele a essência da adolescencia. Esperando o tempo todo o inesperado, criando conflitos na cabeça, perdendo e renovando as esperanças quase que instantaneamente. E o sorriso? Que se faz presente sem querer, que estampa na cara os pensamentos. Tudo esta tão forte que nem mesmo racionalizando toda a s…

Sei que é cedo ainda...

Mas as palavras que guardo no peito precisam de liberdade

precipitação.

Tanto medo em dizer coisas que te soem sem sentido
faz tanto tempo...
Esqueci-me de como fazer essas subtas palavras ecoarem daqui de dentro e se transformarem em melodias para te cantar...
E sentir-me assim faz a vida diferente. Há tanto tempo que espero por esses medos.

Estar sem doses de coragem engarrafada com a mente não entorpecida e mesmo assim encontrar inspiração para relatar desejos escondidos faz sentir o sangue das veias voltar a seu percurso normal e dentro do peito escutar um músculo que volta a palpitar.

Preciso falar, dar a quem é dono os méritos dessa sensação sufocante e majestosa que eu sinto agora.
Não seria justo deixar em meras linhas toda essa confissão. Mesmo sendo ela fruto de suposições.

Mas sei que é cedo ainda...
Cedo demais para declarar o meu hino
pronunciar em voz alta tudo que estou sentindo.

Não, não deve acontecer assim...
Mesmo que com meu desejo seja o de ser compreendida.
Sei que é cedo ain…

Sempre a mesma música

E ela toca e eu nunca canso de ouvir...

Apaguei velinhas ontem, fiz desejo na hora que cortei o bolo, brindei com as pessoas que mais tem me feito bem nos últimos tempos e fui dormir com uma sensação de paz que há muito não sentia.

A vida insiste em existir! E eu tenho adorado essa sensação. Tanta coisa acontecendo junto, tantas lembranças se criando... Acho que já esta na hora de sanar aquela ausência que crescia no peito.

Acalmei o pranto e hoje as lágrimas são só de felicidade e aquela sementinha tá brotando. Agora é hora de regar, adubar e ver crescer flores e frutos.

Os dias calmos e felizes permanecem e aquela velha música toca nos meus pensamentos.

A crise passou, as metas foram traçadas e toda aquela angustia em saber o que poderia ou não dar certo acabou. O medo de arriscar se transformou em segurança e mesmo tendo ele deixado resquícios é até gostosa a sensação de frio na barriga vez ou outra.

E que venham outros 26 anos tão bons quanto esses. Que eu chore por me decepcionar com …

A doçura da madrugada

Feito!

Agora o cigarro tem outra fragancia, e as luzes se enfraquecem...
"Tristeza" - uma voz sussurra em meus pensamentos - "cadê você?
Sim, ela partiu. Partiu e nunca mais voltou!
Por onde eu estava todo esse tempo, que não percebi que ser feliz é tão simples?
E incrivelmente quando se esta feliz, todas portas e janelas se abrem pra felicidade ser plena
Os amigos se reencontram e relembram os momentos que tanto os fazem rir
Criam-se novas situações inesqueciveis...

Essa madrugada de frangancia privada é realidade dos novos dias
Dias repletos de paz de espirito, dias sem iguais

Mais uma vez eu te superei, de tanto ouvir tuas palavras massacrarem minhas esperanças, eu te superei. Eu não tentei fazer isso, eu nem percebi que estava fazendo. Todas aquelas tristezas guardadas transbordaram e desceram pelo ralo. Não costumeiro a isso eu me espantei e, certamente, não soube lidar. Algumas vezes imaginei ser tudo farsa. Corria então em busca do que era verdade e acabava então criando u…

Chamo de perfeição

Oito anos lindos e perfeitos anos que me fazem transbordar orgulho pela minha "bb"...

É tão estranho te ver crescer, minha princesa, é um misto de sensações que eu jamais imaginei sentir, você mudou minha vida e você era tão pequena, tão frágil... agora você esta grande e me surpreende a cada dia. Eu não pude ver todos os teus passos e nem sempre vou caminhar do seu lado pra te guiar, mas não tenha a menor dúvida que por toda minha vida eu viverei apenas pra ver teu sorriso e ganhar o teu abraço, poder dizer que te amo e nunca, nunca te abandonar... Você me ensinou sem palavras quando nasceu, e me ensina até hoje que para ser feliz eu não preciso de muito, não preciso de muito mais que a tua existência.

Minha Biazuda, essa sua mãe doida aqui fica sempre sem palavras pra dizer exatamente tudo o que você me representa e deve ser porque essas palavras ainda não foram inventadas e por isso que nesse momento eu te chamo de perfeição.

Parece que foi ontem, sempre parece... que pude …

Cadê?

Ela partiu sem deixar um bilhete de despedida, sem falar se voltava, tampouco tem mandado noticias. A culpa foi minha pela sua partida, eu sei, fiz de tudo pra que ela fosse embora, me sentia sufocada com ela, passei a troca-la por amigos, bebidas e cigarros. Falava e ria alto pra que percebesse que aqui não existia mais lugar para ela... Mas de repente numa manhã dessas que a gente acorda meio de ressaca e cheia lembranças percebi que ela havia partido, levou tudo, absolutamente tudo que havia construído em meu redor. Não consegui descobrir se algum tempo já havia se passado após a sua partida e eu por comodismo um tanto de estupidez acabei não percebendo, ou se foi realmente naquela manhã...

Ela partiu, sem dizer se voltaria. Eu me dei conta já era tarde, tão tarde que já não sei mais como fazer para ela voltar. Se sinto falta? Não sei, já faz tanto tempo que ela se foi que assim como me acostumei com sua presença, me acostumei com sua ausência. A diferença é que hoje os dias são mai…

Não cai, não!

Tive um surto ontem, mas foi um DAQUELES mesmo, tanto que fui parar no Hospital. Não pensei que ia morrer, mas tinha a certeza que ia ter um "piripaque" a qualquer momento e acordar num quarto branco com um monte de médicos olhando pra mim...

Isso tudo me fez pensar em como tenho levado minha vida, até pq fiquei duas horas esperando ser atendida e ou pensava ou pensava... Cheguei a conclusão que voltei a viver nos extremos dos limites e muitas vezes passo deles, minha felicidade hoje em dia chega a me sufocar, mas basta eu não ter gostado de algo que pronto! Tudo vai pro espaço, foi assim que ontem acabei passando da conta no estress e indo para o HC.

Preciso tirar os limites que imponho quando estou feliz e colocar outros bem maiores para quando estresso ou logo menos esse coraçãozinho aqui vai explodir.

Ao menos hoje sei que compensarei todo o dia de ontem com as pessoas que mais tem me feito ser feliz, vamos ficar lembrando dos fatos da semana passada e planejar mais um fds …