Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013
Não esta relacionado ao quanto você consegue suportar, tem haver com o que te movimenta, com o que realmente sente... Com aquilo que por mais que você queira fingir não existir, tá ali muito mais forte que você, muito mais real do que um dia lhe foi realidade.
Não é sobre as lágrimas que a gente engole e as esconde em sorrisos de plástico. É tudo aquilo que sufoca não só o peito, mas te sufoca a alma... é todo um conjunto de dizeres que te emudecem. É todo o amor que te mostra estar ali, intacto, como se tudo
tivesse acontecido na noite anterior. Sim, amor, aquela coisa que te mata aos poucos, que faz do teu coração um qualquer músculo despedaçado. Não é paixão, desejo, ou tesão... É casto e destruidor.
E essa sou eu, que tanto brinco de não me importar, sentindo que as vezes não vou suportar, que vou  explodir e me permitir esvairar por qualquer vento que me faça chegar até você, meu cometa majestoso, meu... Meu... Meu "mais nada vale o que eu disser".
E que fique então ma…

Buscar e encontrar

Olhei teu retrato você sério, mas sereno  olhei teus olhos  encontrei meu mundo minhas asas e meus sonhos 
Senti teus lábios saboreei o doce da vida  respirei  te amei  lembrei...
Cristal lapidado  coração partido  aqui e ali tem estilhaços 

Realizar sonhos

"você vai realizar nosso sonho" - De todos os parabéns, dos sinceros aos vazios, talvez tenha sido esse o que de fato me fez cair a ficha de tudo o que esta por vir. 


O dia amanhece e você mal sabe no que ainda deve acreditar...
Mas a vida, a vida sempre insiste em existir
E é naquele momento que você menos espera que as boas novas chegam
O hoje e o adiante está nas minhas, nas suas, nas nossas mãos
É agora que a gente precisa viver!
Os sonhos que se realizam deixam espaços pra noites frias chegarem...
A gente sabe
Mas sabe também que são nessas noites que novos sonhos são sonhados
Hoje e pra todo sempre eu quero noites de sonhos dormindo ou estando acordada
Mas acima de tudo eu quero o dia para saborear a trajetória que sera realiza-los
E que pra todo sempre, todos nós, realizemos sonhos de quem sonha junto
A partir de agora o recomeço recomeça
Não existe mais o impossível tampouco a fantasia
Todos pensamentos se tornam realidade

Ele não sabe

O beijo na maçã do rosto  e tua voz me embalou o sono

Sonhei, acordei e quis sonhar de novo

O beijo na maçã do rosto  e até hoje saboreio teu gosto 

Provei, viciei e te desejo para saciar-me de novo

O beijo na maçã do rosto...

Foi calmo, lento e delicado

Aquele sobre os dias, distânciamento, desafio e aquilo que "só os loucos sabem"

Então o tempo passa e a gente se pega vivendo novamente, sentindo-se absolutamente "livre pra poder buscar um lugar ao sol".

É fato, a vida seguiu! Dias e mais dias passaram, sentimentos ficaram pra trás e outros surgiram. Pessoas que caminhavam junto decidiram estacionar-se e outros chegaram já pegando as pedras que carregava no ombro e jogaram-as pra longe. E quem ficou permaneceu sem saber surpreender...

Em meio toda essa evolução eu senti tudo mais intensamente, as coisas boas e as más também. Foi difícil perceber que quem dizia "eu to aqui" criou uma trama de mentiras pra partir quando tudo o que eu esperava era a sinceridade de um "até logo", a decepção seria menor. Nunca esperei que quem entrasse na minha vida seguisse nela pra sempre, mas acreditava que quando fosse o momento de mudar os rumos, essa pessoa fosse verdadeira. Soubesse dizer que estava "indo ali" e me pouparia de ficar esperando-a. Infelizmente, não foi assim. Enfim... Teve o…

Roteiro

Clarisse adormecia gélida, pálida e sem vida, mas retomou em plena forma.
Liberta, sem pesos e culpas. Pura e inocentemente devastadora
Cheira a perigo viciante, noites eternas, barulhos e luzes
Coloca-se de ponta cabeça e faz o giro do mundo acelerar

Fim da cena 1

Ela esta voltando...

Nem sempre basta a morte para dizer que houve um fim

Clarisse ergueu-se de sua tumba
retirou a terra que empoeirava suas vestes
e caminhou pelos corredores frios que exalavam cheiro de morte
Eu podia sentir ela se aproximando
seu hálito doce me invadia
era como se eu estivesse em uma metamorfose
Não demorou muito para que ela sorrisse em meus lábios
dominasse minha visão e me mostrasse o mundo como somente ela consegue ver...

Clarisse se mostrava como sempre
Liberta, sem medo, sem vestes
Sedenta por sangue e sexo

Clarisse acordou da morte pelo único prazer de morrer novamente.