Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2009

O sonho acabou

Mais um domingo de ressaca, pensamentos e arrependimentos...

Eu não em lembro de tudo, eu não em lembro de nada, meu corpo dói e tudo o que queria agora era uma "cama de analgésicos".

Eu tô aqui, pensando em como tudo aconteceu essa semana, me desfiz de uma amor que nunca existiu de fato, senti saudades de te pensar e com isso voltei a chorar nas noites mesmo acompanhada... Eu busquei distrações, e as mesmas não supriram minha depressão... eu tive colo, tive abrigo, e tudo me deixou com um gosto amargo, me deixou com culpa, me deixou fraca.

Não me apego a novos beijos, e teu sorriso tão perfeito que tanto me encantou e me fez ter esperança nos últimos dias hoje amanheceu cheio de formigas... Afinal, eu sou assim, não mudo nunca! Falo e faço sempre contradizendo ambos.

Eu brinco de inventar paixões, mas todas elas se desfazem com o vento... as lembranças se apagam, a esperança vai-se embora, e resta em mim a pouca vontade de sair em uma nova busca.

Pelo pouco que restou, pelo temp…

Enquanto espero

Preciso hoje saborear tua essencia
Me entregar as poucas horas
Estarmos longe me faz tanta falta
Quero te ter a todo instante

Mas é só saudade que sinto agora
Vontade imensa de reviver histórias
E o tempo junto as vezes é disperdiçado
Covardia, fraqueza, impotência...

Hoje o sol brilhou teu nome
A brisa trouxe-me teu longo beijo
E me apego a esperança
De todos os dias serem eternos

E de pensar que pode ser verdade...

Foi estranho te ouvir sussurrar aquelas palavras que num tom de brincadeira fizeram eu me apegar mais ainda nessa esperança de viver mais vez. Sei que talvez não tenha agido de forma coerente a situação, mas apesar de imaginar que tudo isso possa ser verdade, algumas feridas ainda estão abertas, e o medo de criar novas é muito grande...

Agora eu to aqui, com uma frase que não me sai da mente, com um sonho que me deixou com gostinho de quero mais, e um certo arrependimento de não ter retribuído um ato que me fez pensar e ter sorrisos bobos a noite toda...

Hoje é mais um domingo de ressaca, de esperanças e de desejos... e não vejo a hora de te encontrar novamente, olhar eu teus olhos, receber teu abraço e voltar pra casa com mais um boa recordação desses "últimos dias".

É estranho te lembrar por tanto tempo, mais estranho ainda é me pegar te imaginando de forma espontânea, criando situações malucas que só existem em meus pensamentos e ouvindo tuas doces palavras que são ditas sem…

O que restou de amor em mim

Tainted Love - Letra

Sometimes I feel I've got to
Run away I've got to
Get away
From the pain that you drive into the heart of me
The love we share
Seems to go nowhere
And I've lost my light
For I toss and turn I can't sleep at night

(chorus)
Once I ran to you (I ran)
Now I'll run from you
This tainted love you've given
I give you all a boy could give you
Take my tears and that's not living
Oh...tainted love
Tainted love

Now I know I've got to
Run away I've got to
Get away
You don't really want any more from me
To make things right
You need someone to hold you tight
And you think love is to pray
But I'm sorry I don't pray that way

(chorus...)

Don't touch me please
I cannot stand the way you tease
I love you though you hurt me so
Now I'm going to pack my things and go
Tainted love, tainted love (x2)
Touch me baby, tainted love (x2)
Tainted love (x3)

Tradução

às vezes sinto que tenho que
Fugir, tenho que
Escapar
Da dor que você leva ao meu coração
O amor que compart…

Conseqüencias (in)conseqüentes

Fama, popularidade, glamour...

"Eu não sei fazer poesia, mas que se foda!"

Boa tarde, queridos leitores... Tenho visto que mesmo sem atualizações nesse bolg, ele tem recebido uma média de 10 visitas por dia, me peguei pensando em o que tudo isso pode significar, e indo muito mais além, como isso pode afetar a vida de algumas pessoas.

Trabalho e convivo com "famosos" a muito tempo, muito mesmo, me lembro ainda do aniversário de 18 anos do meu ex marido, que teve fila de meninas na porta do quarto dele por simplesmente termos na festa como convidado pessoal o Adriano, um dos integrantes da banda Vagabundos - "vaga, vaga, vaga, vagabundo, eu sou, eu sou, vagabundo eu tô!" - Pasmem, com toda essa criatividade na letra essa banda (quase) fez um sucesso tremendo, apareceu em todos os veículos de mídia e foram aclamados por um certo tempo, hoje tocam em barzinhos na vila Olímpia e os integrantes já nem são os mesmo, mas isso não vem ao caso... Voltando ao fato ocor…

Bom Dia

Quatro horas da manhã...

E o que dizer?

Talvez não seja mais necessário dizer nada...

Amanhã é um novo dia, e mais uma vez eu vou sorrir por te lembrar, por te gostar e por sonhar que posso te amar.

Ainda não existem poemas tão inspirados
Apenas frases bobas de um ser apaixonado
Que se encanta, suspira e fica calado
E te oferece um verso rimado

Não quero mais que teu sorriso
Não quero mais que doces encontros
Só quero apenas esse teu encanto
Que adoça os sonhos e acalma o pranto

Pois esse passado ainda traz lembranças
Mas elas somem com novas esperanças
E meu sorriso reaparece
Um novo amor que fortalece

E mais uma vez registrado
Em poucas estrofes nesse poema rimado
Uma única palavra a meu novo amado
Um simples Obrigado

Como eu me sinto hoje

Apenas a quem interessar

Eu tenho seguido a "estrada de santos" olhando pro horizonte e me apegando cada vez mais a um sonho, um sonho que nem ao menos começou a ser sonhado, mas que tem me feito suspirar todos os dias na mesma esquina, mas dessa vez em uma esquina que não separa, que uni muito mais que tantas outras, que traz renovação de esperança.

E são suspiros de esperança, de alegria e poucas lembranças, mas sufientes pra inflar o peito, reviver momentos de pureza... Eu estou me perdendo uma paixão de faz de conta, que dia a dia vem ganhando mais espaço em minha vida. E me sinto boba quando acordo sorrindo por me lembrar do sonho, ou quando escrevo coisas assim.

Mas o medo ainda insiste, existe e persiste... e tô seguindo por cada dia, vivendo um de cada vez, alimentando essa paixão com simples gestos de amizades, de ternura, te confiança... Pode ser que de tão puro esse amor se torne casto, seja platonico e viva apenas em esperança, mas das razões que ele se faça vivo, i…

Desenha-me um carneiro?

- Era esse mesmo que eu queria!


Quantos mais conseguem ver o carneiro dentro da caixa?

As vezes é necessário acreditar que somos capazes...

Ou então, veremos sempre uma caixa fechada com tres furos...

"fica a dica!"

Sonho bom

Suficientes foram tuas poucas palavras
se juntam agora pra formar um novo conto
gravando momentos tão bobos
mas hoje já me dizem tanto
passei por entrelinhas da nossa história
escrita nas nuvens dessas tardes de saudades
de novos momentos de liberdade
do teu sorriso e minhas verdades
E escrevi outras poucas linhas
pra justificar o meu encanto...

Medo

Foi por você que subi lá
Fui aplaudida, aclamada...
entorpecida, embriagada
Feliz, feliz com tudo
Feliz com nada

Senti a falta de meus olhos doces
Chorei melodias em poucas lágrimas
Entreguei-me então ao inesperado
não estava li quem eu queria
não estava ali meu novo amado

sinto culpa, mas não me culpo
triste foi tua indiferença
senti cortes nos pulsos ao me trair
por estar com alguém que não deseja

E me agarrei as minhas lembranças
de uma quarta feira ensolarada
um beijo doce e inesperado
me conquistou por todos os lados

Senti-me novamente pronta
em amar, sonhar, e ter esperança
E digo agora e simples palavras
Muito mais importante que a ausência
Foi te pensar... consequência

Vão dizer que te esqueci
que joguei-me aos braços dos que nunca vi
Mas apenas fiz o que me era direito
Fui acolhida em novo peito


Segue então essa madrugada, tão fria e cheia de lembranças, das que não queria mais lembrar e as que eu teimo em sempre pensar, pois se dez vezes dizer tua mentira, por bem dita ela se torna verdade e minha men…

Pra que um dia eu me arrependa

E todo o mundo mudou e girou
Entorpeci-me em teus braços
Entreguei-me a teus encantos
Beijou-me, senti teu gosto

Sonhei por dias com um reencontro
E ouvia tua voz ao telefone
Esperança, força... covardia
Não posso dizer-lhe tudo que sinto

Censura em minhas palavras
Escondo o meu segredo
Um dia vai ser tarde pra dizer te amo
Vou te guardar pra sempre em sonhos

Somente assim pra levar vida
Te contemplar as escondidas
Olhar teus olhos, dizer bom dia
Mais que isso é covardia

Viajar em conversas que nunca ouço
Fazer desse uma melodia
Gritar te quero de forma muda
Correr os campos em tua volta

Sou assim, não mudo nunca
Aqui e ali, sempre contradizendo
Verso rima, pouca prosa
Encontrei em ti minha fantasia

És minha fuga para o paraíso
Tens na mão minha lealdade
Nunca saberás que é você
Dono de meus novos dias...

És tu, minha nova realidade

Mais uma manhã

Só desejei que a felicidade fosse alcançada
Quis de todas as formas obter sorrisos
Mas a vida, a vida insiste em existir...

São essas noites que ficam estranhas
Uso um leito em que me vendo
Me vendo por migalhas, me vendo por fraquezas

São vidas que escorrem de meu ventre
Escorrem pelo ralo, se misturam ao esgoto
E na verdade eu só procuro uma nova chance

Nos mesmos olhos que me encantam hoje
No sorriso que me faz feliz
Na esperança em amar denovo

Vou me arriscando de colo em colo
E abrindo então novos caminhos
Mas sempre volto a teu encontro

E mesmo o sol brilhando lá fora
Aqui dentro a tristeza impera
Dilacera o coração, mas a morte espera

Não sou mais o que gostaria ser
Sou apenas isso, ou aquilo
Variando sempre pra sofrer diferente

E escondo minhas amarguras
Sinceramente, eu já não acredito em mais nada
Nem nas lágrimas que queimam meu peito

Eu fui humana, sonhadora e amante
Fui usada, escravizada e abandonada
E só quero agora seguir em frente