Pular para o conteúdo principal

Balas de canelas

Eu não aguento mais tentar expressar tudo isso que aqui dentro me corrói em meras palavras, sentar na frente dessa tela fria e incrivelmente fracassar. As palavras não são mais suficientes... deve ser por isso que tenho há tanto tempo tenho me afastado daqui. Parece que o que antes me era suficiente para esvaziar a mente agora não funciona mais. Tenho saudade da época em que me bastava abrir um mero bloco de notas e como um passe de mágica libertava tudo o que me incomodava e no final, assim que eu lia o que havia escrito, tudo por lá ficava, fosse a tristeza por um amor não correspondido, a incerteza de um novo alguém, a ansiedade por um novo dia, a dúvida de uma escolha, não sei como, mas cada vez que escrevia me sentia mais leve, limpa, aliviada.

Hoje o que escrevo já não leio e o que leio não mais me toca. Não perdi a inspiração pra poemas, nem deixei de ter sonhos bons para narrar, mas de alguma forma o que sempre me moveu a escrever foram dores e negatividade, pois as boas coisas dessa vida eu finalmente aprendi a conviver e guardar elas somente para mim. Porém isso não significa que deixei de sentir angústias...

Sempre escrevi com a intenção de que o causador ou o merecedor do momento ouvisse minhas "preces e desabafos", me parecia que dessa forma eu conseguia avisa-lo de que algo estava certo ou errado, e fazer tudo isso, incrivelmente, dava muito certo. Nem sempre minhas palavras chegavam realmente á quem eu as dirigia, mas eu me sentia aliviada depois de "falar", tirava de mim o peso do "mas eu podia ter dito e não disse". É, pelo visto eu cresci e só vir ao meu confessionário não é mais suficiente para me sentir aliviada. É verdade, eu falei mais o que sentia e escrevi menos...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 verdades sobre mim

1 - Todo mundo me chama de Japa, mas não tenho descendência oriental
2 - Tudo o que escrevo é direcionado para alguém
3 - Sempre crio mais expectativas do que deveria
4 - Sou atéia
5 - Quero ser entrevistada pelo Jô
6 - Só esqueço de um paixão quando encontro outra
7 - Eu quero me casar
8 - As vezes falo que não faria quando na verdade tenho vontade de fazer
9 - Tenho ciumes até da minha sombra, mas o ignoro
10 - Sim, eu gosto de verdade dele, que pode ser você se estiver lendo isso agora.


Ontem e hoje...

Um ano com você


Ah, meu pequeno! Quanta emoção hoje!!!

Hoje completamos um ano com você em nossas vidas, há um ano atrás descobrimos que você estava por aqui e nem no nossos maiores sonhos chegamos perto de imaginar a alegria que sentimos por ter você em nossos braços.

Filho, você não faz ideia do amor que você despertou em nossos corações, você não imagina a emoção que sentimos ao te ver pela primeira vez em um monitor... você era apenas uma "sementinha", um pontinho dentro da barriga da mamãe e quanto torcemos para que você se desenvolvesse, quanto desejamos que você vencesse aquelas primeiras semanas de transformações ate que um dia um som invadiu uma sala e pela primeira vez pudemos escutar as batidas do seu coração, aquela batucada descompassada foi tão linda, era o som da vida nos preenchendo e nos deixando com lagrimas escorrendo... Nick, nosso pequeno, você não sabe e na verdade nem nós sabíamos ainda que o amor que estávamos sentindo a casa ultrassom em que víamos v…

29 semanas - uma carta para você

E então estávamos a sós e um estalo veio a cabeça

"29-40 = 11"
11
Como assim 11?!?!?!

Até ontem tudo parecia distante e agora em 11 semanas teremos um novo ser envolto por nossos braços, que vai precisar de carinho, atenção, cuidados e ensinamentos...

Será que estamos prontos?
Ele vai se adaptar?
Nós vamos sobreviver?
Ele vai nos amar?


O que é fato, é que o amor já esta aqui, alias, sentimento esse que nunca nos abandona.

Essa contagem regressiva para te conhecer, apesar de nos deixar em parafuso nos nutre de bons sentimentos e força para encontrar os melhores caminhos que iremos trilhar com a sua chegada.

Tem tanta gente aqui fora louca pra te ver, pra te tocar e te amar... Nem sei como você vai lidar com essa quantidade de tios e tias corujas, pois papai e mamãe são abençoados com os melhores amigos que a vida podia nos dar. A família então nem se fala, sua irmã e seu irmão já fazem planos de aventuras, passeios e momentos que nos falta folego quando os ouvimos imaginando o …