Pular para o conteúdo principal

Visto de fora

O olhava como fácil presa
Não lhe dirigiu a palavra
Avançou-lhe a boca e consumiu...
Seu calor,
seu pudor

Chamas internas
Gemia, pulsava, tocava
Unhas que se cravam em costas
Ofegante...
Respira

Já em leito de boêmio
Se conduz em afagos
Espasmos
Adormece, amanhece
Mais um dia

Não esquece...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 verdades sobre mim

1 - Todo mundo me chama de Japa, mas não tenho descendência oriental
2 - Tudo o que escrevo é direcionado para alguém
3 - Sempre crio mais expectativas do que deveria
4 - Sou atéia
5 - Quero ser entrevistada pelo Jô
6 - Só esqueço de um paixão quando encontro outra
7 - Eu quero me casar
8 - As vezes falo que não faria quando na verdade tenho vontade de fazer
9 - Tenho ciumes até da minha sombra, mas o ignoro
10 - Sim, eu gosto de verdade dele, que pode ser você se estiver lendo isso agora.


29 semanas - uma carta para você

E então estávamos a sós e um estalo veio a cabeça

"29-40 = 11"
11
Como assim 11?!?!?!

Até ontem tudo parecia distante e agora em 11 semanas teremos um novo ser envolto por nossos braços, que vai precisar de carinho, atenção, cuidados e ensinamentos...

Será que estamos prontos?
Ele vai se adaptar?
Nós vamos sobreviver?
Ele vai nos amar?


O que é fato, é que o amor já esta aqui, alias, sentimento esse que nunca nos abandona.

Essa contagem regressiva para te conhecer, apesar de nos deixar em parafuso nos nutre de bons sentimentos e força para encontrar os melhores caminhos que iremos trilhar com a sua chegada.

Tem tanta gente aqui fora louca pra te ver, pra te tocar e te amar... Nem sei como você vai lidar com essa quantidade de tios e tias corujas, pois papai e mamãe são abençoados com os melhores amigos que a vida podia nos dar. A família então nem se fala, sua irmã e seu irmão já fazem planos de aventuras, passeios e momentos que nos falta folego quando os ouvimos imaginando o …

Dois tracinhos e tudo muda

Dia claro e uma duvida impertinente
dois tracinhos e tudo muda
é hora de sorrir
de espalhar as boas novas...
Mas e então, serei capaz?
parece até não lembrar mais
quanto tempo faz?
mas como andar de bicicleta
de amar a gente nunca esquece
Muda corpo
paladar
muda-se o mundo
pra quem vai chegar
sonhos infinitos
querendo se realizar
Mas outra tarde de calor
a noticia que não se quer ouvir
não há mais o que fazer
o vazio me consome
você se parte e me leva
jamais te esquecerei...